Portais de Hércules: O Mirante fabuloso do Parnaso

Aproximando do Portais de Hércules

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos é um lugar privilegiado. São dezenas de acidentes geográficos reunidos numa área relativamente pequena. Por isso é um dos lugares preferidos dos Montanhistas, aliando beleza cênica, proximidade e aventura. Mas um desses acidentes não se trata de um pico, mas de um Mirante. É o Portais de Hércules.

Localizado no município de Guapimirim, próximo à divisa com o município de Petrópolis, ambos no Estado do Rio de Janeiro, o Portais de Hércules é talvez o ponto daquele Parque Nacional em que se obtém a melhor vista do Dedo de Deus, Dedo de Nossa Senhora e Escalavrado; além de outras formações menos badaladas localizadas na Serra dos Órgãos.

A visita ao Portais de Hércules pode ser conjugada juntamente com a Travessia Petrópolis x Teresópolis (leia relatos dessa Travessia em 2 dias; ou em 3 dias). Ocorre no estilo ataque, consumindo aproximadamente entre 1h30 a 2h00 entre deslocamento ida, retorno e apreciação.

A vista principal desde o Portais de Hércules

A partir do ponto inicial na Trilha da Travessia Petrópolis x Teresópolis o ataque ao Portal de Hércules totaliza aproximadamente 2,4 km entre ida e retorno. Quanto a distâncias gerais, o Mirante Portais de Hércules está à aproximadamente 10,3 km desde a Portaria Petrópolis; e a 2,6 km do Abrigo do Açu.

O acesso ao Portal de Hércules se dá a partir da rota da Travessia Petrópolis x Teresópolis, na altura da descida do Morro do Marco; antes de atingir o Vale da Luva. O Morro do Marco é o primeiro morro a partir do Castelo do Açu no sentido Teresópolis da Travessia. Do mesmo Morro do Marco é possível observar lá embaixo, em linha reta, à direita, no sentido Leste o Portais de Hércules.

A trilha de acesso não é sinalizada, nem batida e consolidada como a rota da Travessia. Mas é discreta e em processo de consolidação, existindo alguns totens no trecho. Mas a navegação é visual, sendo totalmente em declive na ida; e aclive no retorno. Não há matas no trecho, mas muito capim de anta, como é característico das áreas mais elevadas da Serra do Mar.

A Trilha Ataque

Rota realizada e disponibilizada no Wikiloc
Além de possibilitar estudar e visualizar a região, você poderá baixar este tracklog (necessário se cadastrar no Wikiloc); e inclusive utilizá-lo no seu GPS ou smartphone (necessário instalar aplicativo). Recomendamos que utilize esta rota como fonte complementar dos seus estudos. Procure sempre levar consigo croquis, mapas, bússola e outras anotações que possibilitem uma aventura mais segura.
Caso não sinta seguro o suficiente para realizá-la, é altamente recomendável contratar um guia ou um companheiro de viagem. Quanto melhor for o seu planejamento, melhor será o seu aproveitamento. Recomendável que leia este relato para melhor compreender esta rota.
Pratique a atividade aplicando os Princípios de Mínimo Impacto

Powered by Wikiloc

Estando na Rota da Travessia Petrópolis x Teresópolis, após cumear o Morro do Marco e iniciar a descida sentido Vale da Luva, ao vencer o trecho mais íngreme observar à direita. Próximo a um lajeado partirá a saída-ataque para o Portais de Hércules.

A trilha discreta no sentido Leste percorre inicialmente trechos em lajeados. Há alguns totens orientando. Após o lajeado percorrerá trecho entre capim, onde a marca da trilha é bem visível, em acelerada consolidação. Na sequência a declividade se acentua e há outro pequeno trecho em lajeado; mesclando pontos já erodidos. Desse ponto já é visível logo abaixo o Mirante; e as montanhas do Vale estão muito próximas.

Já chegando no Mirante haverá uma bifurcação: Para a esquerda, em declive, há um mirador, que é bonito mas não é o principal. Já a trilha da direita, também em declive, cortará uma estreita depressão coberta por um filete de capoeira por onde corre um fio d'água. Na outra margem a trilha mais estabilizada levará ao Mirante principal em poucos metros.

Mesmo com ar enfumaçado o lugar é lindo

O Mirante está à beira de um precipício, com vários pontos para observação. É um lugar incrível, mas também requer cuidados quanto à segurança. Não há nenhuma infra-estrutura no local. A dica é assentar nalguma das várias rochas e apreciar a vista!

Definitivamente o Portais de Hércules é um dos locais mais belos de todo o Parnaso; e um dos mais belos de todo o Brasil! É um lugar que nos arranca um suspiro longo e profundo, mesmo daqueles mais exigentes. Por tudo isso vale o esforço da visita!

Resumo - Dados Gerais - Portais de Hércules


Localização: Parque Nacional da Serra dos Órgãos - Guapimirim - RJ
Distância a partir da Trilha da Travessia Petrópolis x Teresópolis : 1,2 km ida : 1,2 km retorno
Distância a partir do Castelo do Açu: 2,6 km
Distância a partir da Portaria Petrópolis: 10,3 km
Altitude inicial na Trilha da Travessia Petrópolis x Teresópolis: aprox 2.100m
Altitude final no Mirante Portal de Hércules: aprox 1.880m
Insolação: Alta; não há sombras no trecho
Água: Há uma fonte na depressão antes do Mirante. Pode secar no inverno, então siga abastecido
Sinalização na trilha: Não há
Segurança no Mirante: presença de penhascos, requer atenção e cuidados
Tempo necessário para realização: 1h30 a 2h00 entre ida, apreciação e retorno

Considerações Finais

► Unidade de Conservação - Parque Nacional da Serra dos Órgãos Parnaso: Para visitas o Parque Nacional exige sistema de reservas, efetua cobrança de ingresso, pernoite e cobrança de uso de trilhas. Há infraestrutura implantada. Os ingressos e autorizações são concedidos via site, sendo todo o processo efetivado on line. Também no site do Parnaso estão todas as informações de acesso à Unidade e às suas várias sedes e portarias; bem como todos os atrativos e trilhas abertos ao público.

► Para visitar o Portais de Hércules durante a realização da Travessia no Modo Clássico é necessária partida logo cedo do Castelo do Açu. Opcional seria visitá-lo ou no primeiro dia partindo e retornando ao Açu, ponto obrigatório para pernoite; ou mesmo no segundo dia, partindo na madrugada para o nascer do sol no Mirador. Para realizações em 2 dias somente é recomendado incluir a visita ao Portais aos praticantes experientes. Mesmo nesses casos recomenda-se a visita ao Mirante em estilo ataque no primeiro dia da Travessia; ou partida pela madrugada no segundo dia. Nesse caso será um dia intenso.

► Época de realização: O melhor período para realização é de abril a setembro; que é a época mais seca na região. No verão também é possível, mas esteja atento: são comuns chuvas fortes ou tempestades naquela região. Sob tempo adverso a visibilidade na região fica prejudicada, perdendo o sentido de Mirador do Portais de Hércules.

►Segurança - Vestuário: Ao praticar Trekking prefira utilizar calças compridas e camisas com mangas longas. Isto oferece maior proteção frente à vegetação e eventuais insetos; além de minorar a ação do sol.

► Atenção: Ambientes naturais abrigam insetos e animais selvagens ou peçonhentos. Isto é natural; é normal. Portanto, seja ao caminhar ou ao assentar esteja sempre atento. Ao manusear vestuário e equipamentos verifique com atenção se não há presença desses animais ou insetos. Também esteja atento quanto a presença de animais selvagens de grande porte; evitando assustá-los.

► Leia aqui relatos da Travessia Petrópolis x Teresópolis em 2 dias; e em 3 dias.


► Pratique a atividade aplicando os Princípios de Mínimo Impacto

Bons ventos!


Postar um comentário

Gostou? Deixe seu comentário, pergunta ou sugestão (0)

Postagem Anterior Próxima Postagem
Post ADS 2