Pular para o conteúdo principal

Pedra Grande de Igarapé pela Rota Sul: um jardim em pleno inverno!

Face sudeste da Pedra Grande
A Pedra Grande de Igarapé constitui de um rochoso localizado nas dividas dos municípios de Igarapé e Itatiaiuçu, ambos na região metropolitana de Belo Horizonte, a aproximadamente 60 km da Capital, sentido BR 381 Sul (São Paulo). A rocha que se assemelha a um leão descansando (ops!!! minha visão ok?) quando vista do seu mirante próximo possibilita fácil acesso ao seu cume. Em sua face norte possui várias vias de escalada, dentre outros pontos.

É um recanto sossegado, que proporciona amplo visual da região, especialmente ao nascer e por do sol e é facilmente identificada por todos que transitam pela movimentada BR 381 nas proximidades das cidades de Igarapé e Itatiaiuçu. Atendendo a um convite da Sol Brumadinho, estivemos por lá em 23 de agosto último: Juntamente com Mateus e James, uma pernadinha mansa e básica num lugar que gosto muito...

Beirava as sete da manhã quando encontrei com o James na altura do Bairro Padre Eustáquio e nos dirigimos sentido BR 381 sul. Paramos na cidade de Igarapé para um cafezinho básico e a Sol e Mateus já nos ligava, estando à nossa espera nas proximidades da MMX na BR 381, alto da Serra de Igarapé, pois vieram de Brumadinho.

Nos apressamos e beirando 8 da manhã nos juntamos no alto da Serra de Igarapé. Descida a Serra, na altura do km 529,5, pouco antes do trevo da cidade de Rio Manso entramos à direita por uma estradinha inicialmente asfaltada que liga a BR ao lindeiro bairro dos Vieiras, município de Itatiaiuçu. Rapidamente chegamos ao Restaurante Pedra Grande, onde ficaram estacionados os carros.

Rota Sul: caminho das flores
Por volta de 9h00 da manhã iniciamos a caminhada pela estradinha de terra sentido Pedra Grande. Em aclive deixamos as últimas casas do bairro e seguimos pela estrada ladeada de eucaliptos e outras árvores. Passamos por uma cancela de proibida entrada (que estava levantada) e tocamos adiante.

As margens da estradinha de mineração parecia um jardim. Impressionava a quantidade de quaresmeiras floridas e macelas, flores que no interior se usam para fazer travesseiros. O tempo estava límpido e o sol já ardia na cabeça. Tempo perfeito que permitia ver a elegante face sul da Pedra Grande bem próxima.

Fomos subindo pela estradinha que vai serpenteando a encosta à sudeste da Pedra sem dificuldades. Entramos em uma terraplanagem que nos levou ao nada. Preguiçosos e não querendo varar matos, voltamos e prosseguimos pela estrada.

Um pouco acima pegamos um curto atalho e adiantamos uma curva da estrada e rapidamente emergimos na crista do morro. Visual maravilhoso para o sul e para o norte. Nesse ponto, os acessos norte e sul se encontram. Topamos com alguns motociclistas trilheiros e paramos um bom tempo fotografando flores, tamanha a variedade no local.

A Pedra Grande desde o Mirante
Chegamos ao Mirante da Pedra Grande. Parada para fotos e sem delongas adentramos na trilha mais à esquerda, descemos em direção ao vale e rapidamente subimos a encosta final da Pedra Grande. Topamos com alguns aventureiros que desciam do topo.

Passamos pelo trecho mais íngreme, pelas pedras estreitas e por volta de 11h00 estávamos no topo da Pedra Grande. Ao chegar, encontramos um sujeito tomando sol no topo da Pedra Grande completamente sem roupas; que levou um susto tremendo (rsrsrs)...

Nossa sombra no retorno: Eu, Mateus, Sol e James
Fizemos uma boquinha, exploramos o topo, fotografamos; enfim, um tempo inteiro dedicado ao ócio e outras bobeirinhas mais! Por volta de 13h00 retornamos sentido saída do topo e ficamos por mais de meia hora tirando um cochilo nas rochas e sob as sombras das árvores...

Depois começamos a volta. Não fomos na gruta nem na base da Pedra: descemos non stop sentido bairro dos Vieiras, pelo mesmo caminho da ida. Passava das 14h30 quando chegamos novamente no estacionamento. Paramos no restaurante, uma coca gelada e partimos...

Entardecer nos caminhos de Brumadinho
Nosso destino agora seria Brumadinho, onde encheríamos nossas panças no doce lar da Sol: uma lasanha já estaria à nossa espera... Após curto trecho da BR 381 na subida da Serra de Igarapé sentido BH, entramos à direita próximo à MMX e em estrada de terra seguimos para Brumas.

Aproximando da cidade, ainda tivemos um outro prêmio: curtir o entardecer sobre o Rio Paraopeba, uma visão incrível. Pé na estrada e chegamos ao restaurante particular dos Frigulhas. Nos fartamos até não querer mais e na miúda, sem pagar a conta zarpamos para BH. Cheguei na Pampulha pouco depois das 18h00.

Foi um passeio light, mas divertido. Primeiro o visual da Pedra Grande, que é espetacular; segundo o jardim natural da serra, que estava belíssimo; e por último, o acesso sul, que há tempos estávamos por fazer! Foi um dia feliz!!! Grato a todos pela oportunidade...

Serviço

Com pouco mais de 1.440 m de altitude, a Pedra Grande localiza-se na divisa dos municípios de Igarapé e Itatiaiuçu, região metropolitana de Belo Horizonte, a 60 km da Capital. É um conhecido ponto de escalada e trekking na região, proporcionando visual de 360 graus à sudoeste de BH. Do seu topo é possível avistar as principais elevações do entorno: Serra do Elefante, Pico Três Irmãos de Brumadinho; Serra da Moeda; Serra do Rola Moça. Serra do Curral, Pico Belo Horizonte e a Serra da Piedade.

A Pedra Grande pode ser acessada por duas vias principais:

A rota Sul no GE
A rota sul que fizemos nesta ocasião tem início no km 529,5 da BR 381 no lado sul da Serra de Igarapé, altura do Bairro Vieiras. Percorre-se a estradinha principal do Bairro podendo seguir de carro até o Restaurante Pedra Grande Vieiras. De lá, sobe-se a pé pelas estradas antigas de mineração, até encontrar a rota norte na altura do Mirante da Pedra. Desse ponto, apenas um pequeno vale separa o Mirante da Pedra, cuja trilha pode ser vista por completo.

Já a rota norte tem com início na curva da Ferradura da BR 381 no lado norte da Serra de Igarapé. Essa variante percorre estradas de mineração e em seu trecho final se escolhe: ou sobe a pé sentido Mirante da Serra; ou prossegue pela estrada e acessa diretamente a base da Pedra, caminhando por 1 km de trilhas. Leia aqui neste Blog o relato que trata do acesso norte à Pedra Grande de Igarapé!

Como chegar e voltar - de ônibus
Cidade referência Belo Horizonte

Opção 1: No centro de BH tomar algum coletivo que vá para as cidades de Itaguara, Itatiaiuçu ou Rio Manso.
Opção 2: Metrô no centro de BH e desembarcar na Estação Eldorado, em Contagem → Na estação embarcar em algum dos coletivos citados acima → Inclusive na Estação Eldorado há mais partidas dos coletivos para estas cidades que em BH. 

Desembarcar na entrada do Bairro Vieiras, pouco antes do Trevo de Rio Manso → Entrar à direita na rua em frente, seguindo pela principal do Bairro que inicialmente é asfaltada →  Passar pelo Restaurante Pedra Grande → Seguir por estradinha de terra até o mirante da Pedra. São aproximadamente 4,5 km. A volta se dá pelo mesmo caminho. 

► Consulte os números das linhas, horários, tarifas e trajetos no site do DER-MG

Como chegar e voltar - de carro
Cidade referência Belo Horizonte

BR 381 Sul sentido São Paulo até o km 529,5; pouco antes do Trevo de Rio Manso → Entrar à direita e seguir por dentro do Bairro Vieiras até o Restaurante Pedra Grande → Lá deixar o carro estacionado (é seguro) → Seguir por estradinha de terra até o mirante da Pedra. São aproximadamente 4,5 km. A volta se dá pelo mesmo caminho.

Considerações finais

► A Pedra Grande é um local belíssimo que vale a visita, especialmente para o nascer e por do sol. 

► O acesso sul é mais seguro para quem vai de carro que o acesso norte, uma vez que o veículo ficaria estacionado na imediações do Restaurante Pedra Grande. 

► Não deixe lixo no lugar. Se possível, até traga algum que achar por lá. Como o local é bastante visitado, é comum as pessoas deixarem lixo no topo e nas trilhas de acesso. 

► Atenção aos motociclistas trilheiros que circulam na região: são educados e atenciosos, mas fique atento, porque surgem inesperadamente!

► Confira algumas Dicas Básicas de Segurança para a prática de Atividades Outdoor

► Pratique a atividade aplicando os Princípios de Mínimo Impacto

Importante - Informe julho 2017

Em princípio do mês de julho de 2017 recebemos um relato de um casal residente na cidade de Betim nos informando que; visitando a Pedra Grande de Igarapé pelo acesso Norte, em julho de 2017; estando na trilha de acesso à Pedra pouco acima da estrada foram abordados por assaltantes armados. Conseguiram correr e se esconder, porém sofreram torções e escoriações; além de ter o vidro do automóvel quebrado.

Portanto, informamos aos aventureiros que ao visitar a Pedra Grande de Igarapé estejam atentos. Evitem visitas solo; ou em poucas pessoas; ou mesmo pernoite no lugar. Prefira ir em grupos maiores e se possível, entre em contato com autoridades locais informando da atividade. Nosso objetivo não é provocar alarde; mas sim informar; uma vez que, concretamente este é o primeiro e até então único relato dessa natureza que temos notícia na Pedra Grande de Igarapé. Como sabemos, infelizmente casos dessa natureza não são raros em trilhas próximas a centros urbanos. Assim, visitando locais com essas características esteja sempre alerta!

Bons ventos!